Neste artigo você vai saber por quê você precisa ter uma medalha de São Bento, conhecer o significado das orações nela impressas e quem foi São Bento, seu Santo criador.

Antes de falarmos sobre a Medalha, vamos conhecer um pouco mais sobre São Bento. Acompanhe relatos de sua vida e obras, adaptadas dos sites Catolicismo Romano e Mosteiro de São Bento RJ.

 

Vida de São Bento

São Bento de Núrsia é o fundador da Ordem dos Beneditinos, uma das maiores ordens monásticas do mundo. Seu dia é comemorado em 11 de julho e sua medalha é venerada com muita fé por seus devotos.

O Santo nasceu na Itália, no ano de 480 e, ainda jovem, foi estudar Ciências Liberais. Nessa época, havia uma grande pressão sobre o Império Romano por conta das invasões dos bárbaros. Indignado com a situação toda, ele acabou optando por manter-se isolado em uma gruta.

Lá, dedicou-se à oração e à vida de eremita. Era alimentado por um outro monge que, através de um cesto erguido até o penhasco, o mantinha munido de pão para completar a alimentação quase escassa. Assim foi sua vida por três anos.

Nesse período de solidão e isolamento, São Bento inspirou outros jovens que também queriam cultivar seus valores cristãos. Eles começaram a visitá-lo constantemente e, em pouco tempo, seu sossego acabou. Parte dessa experiência fez com que São Bento começasse a amadurecer cada vez mais a idéia de fundar um mosteiro.

Aos 40 anos, ele saiu da gruta e foi para o sul de Roma com o objetivo de fundar o que viria a ser o maior centro da vida beneditina de todos os tempos: o Mosteiro de Monte Cassino.

Ali, seguia-se o exemplo contrário à vida de isolamento anterior: a vida era comunitária e sob a direção de um abade (que quer dizer Pai).

Assim, fundou mais de 12 mosteiros, onde cada vez mais famílias enviavam seus filhos jovens para iniciar os estudos e seguir a famosa “Regra de São Bento”.

O papa Paulo VI designou-o patrono da Europa em 1964, sendo também patrono da Alemanha. É venerado não apenas por católicos, como também por ortodoxos e anglicanos.

 

A Devoção a São Bento

São Bento costuma ser invocado em orações para proteger aqueles que sofrem qualquer tipo de magia. Além disso, sua oração e o uso da medalha destroem o poder do inimigo. Também ajuda a se livrar das calúnias, concedendo intuição para reconhecer os invejosos e afastar as pessoas sem caráter.

Orações de São Bento

Confira as orações de São Bento mais populares:

“Ó, Deus, Vós que Vos dignastes derramar sobre o bem-aventurado confessor, o Patriarca, o espírito de todos os justos, concedei a nós, Vossos servos e servas, a graça de nos revestirmos desse mesmo espírito, para que possamos, com o Vosso auxílio, fielmente cumprir o que temos prometido. Por Jesus Cristo nosso Senhor. Amém”!

Oração de São Bento para obter graças

“Ó, glorioso Patriarca São Bento, que vos mostrastes sempre compassivo com os necessitados, fazei que também nós, recorrendo à vossa poderosa intercessão, obtenhamos auxílio em todas as nossas aflições. Que nas famílias reine a paz e a tranquilidade; afastem-se todas as desgraças, tanto corporais como espirituais, especialmente o pecado. Alcançai do Senhor a graça que vos suplicamos, obtendo-nos finalmente que, ao terminar nossa vida neste vale de lágrimas, possamos louvar a Deus. Amém”.

 

Milagres de São Bento

A taça com a serpente

Por causa do regime de vida exigente, os monges tentaram envenená-lo, mas, no momento em que dava a bênção sobre o alimento, saiu da taça (que continha o vinho envenenado) uma serpente , e o cálice se fez em pedaços. Com isso, São Bento resolve deixar a comunidade e retornando à vida solitária.

O pão envenenado

Em 503, recebeu grande quantidade de discípulos e fundou doze pequenos mosteiros. Em 529, por causa da inveja do sacerdote Florêncio, teve de se mudar para Monte Cassino, onde fundou o mosteiro que viria a ser o fundamento da expansão da Ordem Beneditina.

É nesse episódio que Florêncio lhe enviou de presente um pão envenenado. Mas Bento deu o pão a um corvo que todos os dias vinha comer de suas mãos e ordenou à ave que o levasse para longe, onde não pudesse ser encontrado.

Durante a saída de Bento para Monte Cassino, Florêncio, sentindo-se vitorioso, saiu ao terraço de sua casa para ver a partida do monge. Entretanto, o terraço ruiu e Florêncio morreu.

Um dos discípulos de São Bento, Mauro, foi pedir ao mestre que retornasse, pois o inimigo havia morrido, mas Bento chorou pela morte de seu inimigo e também pela alegria de seu discípulo – a quem impôs uma penitência por regozijar-se pela morte do sacerdote.

 

São Bento prevê sua morte

Em 534, começou a escrever a Regra dos Mosteiros. Morre em 21 de março de 547, tendo antes anunciado a alguns monges que iria morrer e, seis dias antes , mandado abrir sua sepultura.

Sua irmã gêmea Santa Escolástica havia falecido em 10 de fevereiro do mesmo ano.

 

Lutas contra o demônio

Em muitas vezes São Bento foi tentado efetivamente pelo Diabo. Além de ser ofendido e insultado de tal maneira que os irmãos de hábito que estavam ao seu redor podiam escutar as ofensas que ele recebia. O Santo vencia o tentador utilizando-se do sinal da cruz e da oração contida na Cruz da Medalha.

 

Conversões em massa

Na Abadia de Monte Cassino (Itália) São Bento começou a pregar o Evangelho para o povo. Esta abadia foi criada em 529, com a bênção do Papa Felix lll. 

Com a pregação de São Bento, os inúmeros milagres que fazia e os vários exorcismos, o povo começou a se converter. Assim, o povo daquela cidade derrubou o templo de Apolo (deus pagão), que foi construído no cume do monte.

Com suas ruínas , construíram outros dois conventos.

As representações de São Bento geralmente mostram, junto com o santo, o livro da Regra, um cálice quebrado, um corvo com um pão na boca – em memória ao pão envenenado que recebeu do sacerdote invejoso – e uma vara, representando a disciplina.

medalha de São Bento é de extrema importância para a Igreja Católica e para todos os seus devotos. As primeiras foram confeccionadas no Mosteiro de Monte Cassino, mantendo, como símbolo principal, a cruz, muito usada pelo Santo em diversas situações.

Sua data de origem é incerta. sabe-se que no século XVII, durante um julgamento de bruxaria na Alemanha, algumas mulheres acusadas testemunharam que não tinham poder sobre a Abadia porque estava sob a proteção da Cruz.

Quando se investigou, foram encontradas nas paredes do recinto várias cruzes pintadas, rodeadas por letras que agora se encontram nas medalhas. Posteriormente, foi encontrado um pergaminho com a imagem de São Bento e as palavras completas das letras.

 

O sinal da Cruz na Medalha de São Bento

Para São Bento, o sinal da cruz era o sinal da vitória contra o mal e a morte.

No verso da medalha, encontra-se a figura de uma cruz com as seguintes inscrições:

CSPB: Crux Sancti Patris Benedicti (Cruz do Santo Pai Bento)

CSSML: Crux Sacra Sit Mihi Lux (A Cruz Sagrada seja a minha Luz)

NDSMD: Non Draco Sit Mihi Dux (Que o dragão não seja o meu guia)

VRS: Vade retro, Satana!: (Retira-te, satanás!)

NSMV: Nunquam Suade Mihi Vana (Nunca seduzas minha alma)

SMQL: Sunt Mala Quae Libas (São coisas más as que me ofereces)

IVB: Ipse Venena Bibas (Bebe tu mesmo teu veneno)

Em 1942, o Papa Clemente XIV aprovou o uso da medalha, oficializando-a como um instrumento de devoção e de fé.

Acrescida pela jaculatória “Rogai por nós bem aventurado São Bento, para que sejamos dignos das promessas de Cristo”, tornou-se uma fórmula de oração a São Bento. 

Em 1742, o papa Bento XIV aprovou a medalha, concedendo indulgências a quem a usar e estabelecendo a oração do verso da medalha como uma forma de exorcismo, que se tornou conhecida como “Vade retro Satana”.

Na Estelle Semijóias você encontra medalhas de São Bento em forma de pingentes e colares para presentear alguém que seja devoto ou a quem você deseja que seja protegido por este Santo tão milagroso!

 

Um presente para todas as ocasiões

Você pode estar se perguntando agora: a quem eu posso presentear com uma medalha de São Bento? E a resposta é: qualquer pessoa! Mulheres religiosas ou não, uma vez que conheçam sua história e devoção, este será certamente um presente mais que especial!

Lembre-se: para que a Medalha tenha todos os seus efeitos milagrosos e exorcísticos, ela precisa ser abençoada por um sacerdote com uma bênção especial!